Aplicação da Tinta

Na aplicação, tão ou mais importante do que escolher o tipo de tinta a ser utilizada é conferir se a Preparação da Superfície a receber a pintura, foi concluída. É também necessário que o profissional tome certos cuidados para obter o melhor resultado do produto escolhido. Problemas conferidos após a pintura nem sempre são culpa da tinta.

Homogeneização e Diluição

A tinta deve ser homogeneizada antes de receber a diluição adequada. Este simples processo não deve ser efetuado com cabo de vassoura ou haste similar, cilíndrica. Deve ser utilizada uma haste tipo régua, ou ripa, enfim um item achatado. O processo deve romper a gelatina dixotrópica resultante do período em descanso nas prateleiras, e trazer à tona resíduos decantados no fundo da embalagem, gerando uma mistura uniforme. Então a parte a ser utilizada deverá ser separada em bandeja ou vasilhame, e só ela receberá a respectiva diluição. Não se deve devolver à embalagem original a tinta já diluída, exceto no caso de toda a embalagem ser necessária para a pintura em andamento.

Ordem de Pintura

Ela produz economia de tempo e produto utilizado, e consequentemente do seu dinheiro. Comece pintando (1) os tetos, depois (2) as paredes, então (3) as portas, e (4) as janelas, e por último (5) os rodapés.

Pintura Propriamente Dita

Para pintar uma superfície basta mergulhar o rolo, trincha ou pincel, na mistura de tinta já homogênea e diluída, removendo o excesso na borda ou pressionando o rolo nas ranhuras da bandeja para evitar escorrimentos e finalmente, aplicar sobre a superfície em um só sentido. De cima para baixo e vice-versa ou da direita para esquerda e vice versa, em leves ângulos a fim de se estender a área de cobertura. 

A tinta que Surpreende

Contato

Se você tiver qualquer dúvida ou quiser saber mais sobre nossos produtos, envie-nos uma mensagem e teremos prazer em te atender Fale Conosco

Disk Sulvicor

0800 77 33 142
Brastin Industria e Comécio de Latex Ltda